3 passos para elaborar um plano de carreira para analista financeiro

Montar um plano de carreira é essencial para o desenvolvimento de todo profissional da área financeira. Aprenda como elaborar o seu.

Um plano de carreira é um conjunto de metas e etapas para que o profissional de finanças consiga atingir os seus objetivos e serve como um direcionamento para a vida profissional.

No entanto, é preciso paciência, persistência e disciplina, afinal colocar o plano em prática é algo que gera resultados de forma gradativa, mas que, se feito da forma correta, gera resultados satisfatórios para o profissional.

Para construir o seu, confira a seguir os 3 passos principais para elaborar um plano de carreira:

Estabeleça um objetivo claro

Antes de começar a fazer o seu plano de carreira:

  • separe uma folha em branco (pode ser no Word, Google Docs, em uma agenda ou caderno);
  • escreva nesta folha qual é o seu principal objetivo profissional (pode ser o cargo dos sonhos, uma empresa que você deseja trabalhar ou mesmo o quanto você crescer em uma organização).

Definindo o seu principal objetivo de forma o mais clara possível, você vai ter certeza aonde quer chegar.

Afinal de contas, se você não define qual caminho você deseja seguir, então qualquer caminho serve.

O método SMART, por exemplo, é uma forma eficiente para definir suas metas.

Funciona assim: cada letra da palavra SMART possui um significado e funciona como um checklist, ao definir o seu objetivo, faça uma análise dele por meio de cada letra. Confira o significado de cada uma:

S – Específica

Para alcançar o seu objetivo, é necessário que ele seja específico. Afinal, objetivos abrangentes por mais interessantes que sejam, não conseguem exprimir com clareza o que, de fato, queremos.

Por isso, faça um detalhamento do que quer alcançar.

M – Mensurável

Um objetivo não existe se não for possível medi-lo, assim você não conseguiria acompanhar se a meta foi alcançada, como está o seu desempenho ou se você está no caminho certo.

Na hora de fazer seu objetivo, tenha certeza que ele pode ser mensurado.

A – Alcançável

Assim como você não deve criar um objetivo que não possa ser medido, você não deve criar um objetivo que você não possa atingir.

Apesar de ser óbvio, muitos profissionais pecam ao colocar o seu objetivo muito alto e depois se decepcionam por não conseguir atingi-lo.

Ao definir o seu objetivo, faça também uma análise de viabilidade do mesmo.

R – Razão

Não crie uma meta que não tenha importância para você. Quanto mais relevante for a meta, mais você ficará motivado a conquistá-la.

Além dos tópicos anteriores, defina também qual a importância desse objetivo para você.

T – Temporal

Quando você cria um objetivo, mas não define um prazo para ele, significa que ele pode ser alcançado daqui 1 ano ou daqui 10 anos.

Mas quando você define que atingirá o seu objetivo em 2 anos, por exemplo, então durante esse tempo você se esforçará para alcançá-lo, além de já ter uma ideia quando o objetivo se realizará.

Logo, é muito importante definir o prazo para o seu objetivo.

Crie um plano de ação

Pronto, depois de definir o seu objetivo, é hora de criar um plano de ação para alcançá-lo. Para isso, você deve adicionar ao seu plano de carreira a seguinte lista:

Quais habilidades serão necessárias para alcançar o objetivo?

Talvez seja um curso específico, uma especialização ou quem sabe ir a um evento.

O ideal é fazer uma lista de todas as habilidades necessárias para alcançar o seu objetivo e, em seguida, listar como você pode adquirir essas habilidades.

Quem você precisa acionar para alcançar o objetivo?

Talvez seja preciso entrar em contato com alguém para ajudar você a alcançar o seu objetivo.

Por exemplo: digamos que você deseja subir de cargo, uma opção eficiente seria procurar pessoas deste cargo específico e conversar com elas sobre o trabalho, a rotina, as habilidades necessárias e como otimizar a sua carreira.

Além de adquirir novas informações para acrescentar ao seu plano de carreira, você também fará networking e marketing pessoal.

Divida o seu objetivo em etapas

Se você quer subir de cargo e já sabe que precisa de uma especialização e um curso para chegar lá, por exemplo, então você pode dividir o processo em 3 etapas:

  • se especializar;
  • fazer o curso;
  • e se candidatar ao novo cargo.

Desta forma, você consegue mensurar quais etapas você já conseguiu concluir para alcançar o ponto principal, que é o seu objetivo.

Verifique os seus pontos fortes e fracos

Outro ponto importante é verificar quais são os seus pontos positivos e negativos, dessa maneira você será capaz de traçar os caminhos mais adequados para alcançar o seu objetivo e melhorar os seus pontos negativos.

Comece a executar o seu plano de carreira

Com o objetivo definido e o plano de ação em mãos, é hora de começar a colocar em prática e executar.

Lembre-se: não existe protagonismo sem execução.

Por isso, não adianta apenas definir metas e objetivos, também é importante tomar uma atitude e colocar a mão na massa.

Então, comece hoje mesmo a executar as etapas necessárias para alcançar o seu objetivo, seja persistente, revisite o plano para fazer a mensuração dos seus resultados e atualize-o sempre que for necessário.

Como é a carreira do analista financeiro

Você possui uma carreira como analista financeiro ou quer começar na área de finanças? Para ajudar no seu plano de carreira, veja a importância do aprimoramento profissional, os principais cargos da área financeira para o futuro e as principais tendências no mercado de finanças:

A importância do aprimoramento profissional

O analista financeiro deve ter um perfil dinâmico, criativo e flexível para enfrentar os desafios do mercado, que tem sofridos muitas alterações nos últimos anos, devido aos fatores econômicos e tecnológicos.

Por isso, é importante procurar cursos de aprimoramento para que consiga atingir seus objetivos, se desenvolver de forma plena e ter um diferencial competitivo.

Conheça alguns cursos que podem ampliar as suas habilidades e colocar você em uma posição relevante no mercado:

  • Business Intelligence (BI)

O Business Intelligence, ou inteligência de negócios, é o processo de coleta, organização e análise de dados para auxiliar na tomada de decisões. Hoje em dia, para um analista financeiro ter vantagem competitiva, é importante não saber apenas juntar informações, mas também saber analisá-las e fazer correções baseadas em dados, como a descoberta de problemas em tempo hábil, por exemplo.

Dica: Confira o curso Business Intelligence na Teoria + 4 Ferramentas de Discovery e comece a aprender sobre esta prática ainda hoje.

  • Data Science

O Data Science é bastante parecido com o BI, no entanto está mais relacionado a inteligência de dados, utilizando as informações coletadas em software para previsões futuras a longo prazo cada vez mais inteligentes, visões e possibilidade no planejamento de negócios. De forma geral, implementar Data Science é ter o poder de solucionar questões complexas e que envolvem uma vasta quantidade de dados, muito maior do que a que é armazenada por sistemas de gestão comuns.

Dica: Confira o curso Data Science: do Dado à Tomada de Decisão e comece a aplicar esta ferramenta na empresa onde você trabalha.

  • Modelagem Financeira e Valuation

Com esse curso, você terá as habilidades necessárias para o mercado e poderá fazer a previsão de linhas de demonstração de resultados, balanço patrimonial e fluxos de caixas. Além disso, você conseguirá desenvolver a sua capacidade de fazer análises, o que auxilia em grande escala as habilidades anteriores.

Dica: Confira o curso de Modelagem Financeira e Valuation e comece a aplicar as técnicas em seu trabalho.

  • Project Finance

Esse curso inclui o aprendizado para realizar diferentes projetos como Greenfield, Expansão e BOT. A projeção de dados financeiros possibilita que o analista melhor compreenda a viabilidade econômica do projeto e possa prestar consultoria a diversos setores.

Dica: Confira esse curso de Project Finance para otimizar sua carreira.

  • Analista de Crédito Corporativo

Com esse curso, o analista financeiro será capaz de analisar a situação de crédito de uma empresa. Você será capaz de traçar um panorama dos fatores internos e externos que determinam o nível de crédito da organização e os riscos envolvidos no endividamento.

Dica: Confira esse Curso de Desenvolvimento de Analista de Crédito e Cobrança – Módulo Análise de Crédito e aprimore suas habilidades.

  • Gestão do Tempo e Produtividade

Aprender a organizar o tempo é uma excelente habilidade a se considerar, afinal hoje existem muitas atividades, informações e muitos profissionais que não sabem como começar a organizar tudo isso. Então, saber gerir o seu tempo da melhor forma e ser mais produtivo é um passo à frente da concorrência.

Dica: Confira o curso O Guia Completo Para Alta Produtividade + 4 Cursos Bônus e otimize sua rotina.

  • Curso de Inglês

Você já deve ter percebido que a maioria dos cursos envolvem muitos termos em inglês. Isso significa que saber essa língua pode ser um grande diferencial para o seu currículo e uma grande vantagem competitiva. Saber uma nova língua coloca você em outro patamar, com um destaque extra.

Dica: Procure um curso para otimizar o seu vocabulário, mas não esqueça de treinar em casa lendo artigos, livros ou blogs e assistindo filmes, séries ou vídeos na internet em inglês.

Cargos da área financeira para o futuro

Os profissionais do futuro da área financeira podem encontrar formas interessantes de exercer a sua profissão. Confira alguns desses cargos:

  • Compliance
  • CFO
  • Gestor financeiro
  • Analista contábil
  • Analista de planejamento
  • Analista de investimentos
  • Analista de crédito

Todos esses cargos são considerados em alta no mercado. Sendo assim, caso queira exercer um deles, é essencial se especializar e procurar aprimorar o seu currículo.

Principais tendências no mercado de finanças

Para estar à frente do mercado, o analista financeiro precisa de muito mais do que apenas um curso de graduação.

Não é raro encontrar analistas que se preocupam apenas com o seu diploma de bacharel e, depois disso, nunca mais procuram estudar novamente.

Acredite, esse não é o caminho do sucesso.

As especializações, além da faculdade, são essenciais para crescer na carreira ou entrar em mercados especializados.

Por isso, para ficar por dentro das novas tendências do mercado e sair na frente da concorrência, baixe gratuitamente o nosso Guia de 12 tendências que vão transformar o setor financeiro em 2019:

Agora que você terminou a leitura, está na hora de colocar tudo isso em prática e fazer o seu plano de carreira, certo?!

Além de desenvolver o seu plano, aproveite para ler também Como se tornar um Analista Financeiro de sucesso. Boa leitura!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *